Segunda-feira, 16 de Junho de 2008

Vocação: um chamar o (teu) nome próprio

 

Olá Prés!
 
 
Vou contar-vos a minha história:
Entrei para o Pré no Campanário de Verão. Vim , gostei e entrei. Comecei a vir aos encontros... E dizia, um pouco ao meu jeito: “venho para descobrir a minha vocação”. Pelo menos era o que eu dizia, embora na minha vida concreta eu não estivesse a apostar de facto nisto.
Ia-me acomodando: na escola estava só com aqueles que eu gostava mais; não me queria chatear muito... E na minha comunidade, eu não queria fazer muito mais.
Falaram-me em ser catequista, e eu não queria, porque achava suficiente ser escuteiro e acólito. Até que percebi que não podia guardar tudo em mim. E ouvi o meu prior dizer: “precisamos de catequistas!”. E então disse sim. Não podia deixar para os outros, não podia esperar que o fizessem por mim!... Eis que o Senhor chama, e chama a valer, porque nos ama a todos, não só a mim. Eu estava distraído, não queria entender, mas o Senhor chamou-me como Ele quis. E então percebi que não podia estar só com alguns, ou só com aqueles que eu quero.
Fui chamado para entrar no Seminário. Respondi: sim. Um sim de alegria, de amor. Pois, agora é tempo de aprender sempre o amor que Deus tem por mim e por todos, porque eu não queria, e Deus chamou-me, não percebia, e Deus estava sempre a cuidar de mim!
 
 
 
Um abraço
Em Cristo Ressuscitado!
Sérgio
publicado por preseminariolisboa às 18:26
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 12 de Abril de 2007

- O MEU CAMINHO NO PRÉ

No último verão, Jesus deu-me a oportunidade de  participar num campanário, de que gostei muito, e chamou-me ao pré-seminário. Deste esse momento, tenho vindo a tentar perceber o que Deus me foi dizendo através do pré.
Ele diz-me para eu O servir mais activamente, diz-me para O seguir e para gastar o meu tempo com e por Ele, ou seja Jesus, através da Igreja, chama-me ao seminário. Assim, no início da Quaresma, fiquei bastante contente por eu ser escolhido, entre tanta gente do mundo, a servir mais de perto a Cristo.
É certo que Jesus nos chama a todos, mas é com uma alegria especial que  eu aceitei este voto de Amor que Ele me dá, pois foi a mim que Ele escolheu pessoalmente para O servir.
Antes deste campanário da Páscoa, tivemos um retiro do silêncio onde pude reflectir sobre a minha resposta. Aí, Jesus disse-me o quanto é importante o nosso corpo mais concretamente os nosso sentidos para o serviço. Debrucei-me nesta palavra de Deus em especial, meditando sobre a importância do tacto - o tocar e deixar ser tocado por Deus.  Este sentido tem sido importante nesta minha caminhada para Deus.Também reflecti sobre uma passagem do livro de Isaías 51.1-23. Foram duas palavras que recebi e que serviram de apoio para ter força no seguimento de Jesus.
Digo aos outros prés para que se deixem levar na onda que é Deus, por mais difícil que seja o caminho.
Luís Coito
publicado por preseminariolisboa às 17:31
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vocação: um chamar o (teu...

. - O MEU CAMINHO NO PRÉ

.arquivos

. Março 2009

. Junho 2008

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds